fbpx

Tempo de Leitura: 5 min

Família Portofino,

Na quarta-feira, 30 de março, participamos de um jantar da Esfera Brasil com a presença do Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e Daniella Marques, Secretária do Ministério da Economia.

“É como desarmar 50 bombas fiscais”

Marques começou a conversa falando sobre a sua trajetória e como chegou no ministério. Ela explicou que já havia trabalhado com o ministro Paulo Guedes no setor privado antes da vida pública e então foi chamada para a Economia no fim de 2019.

A secretária descreveu seu trabalho como assessora de assuntos estratégicos e disse: “É como desarmar 50 bombas fiscais e egos diariamente”. Ela ainda disse que, com a troca do ministro da Casa Civil, quem articulava no Poder Executivo e Poder Legislativo eram ela e Paulo Guedes, situação a qual descreveu como “desafio enorme”.

Efeito da Covid-19

Sem deixar de mencionar o impacto que a pandemia de coronavírus teve nos planos da pasta, Daniella explicou que a crise atrapalhou todos os projetos do ministério e ressaltou ser difícil achar um equilíbrio entre a saúde e a economia, “principalmente em um país de terceiro mundo”.

Contudo, apesar das dificuldades enfrentadas no período, Marques destacou que conseguiram aprovar marcos e leilões e digitalizaram boa parte dos processos burocráticos no Brasil, dando mais liberdade aos cidadãos.

Reformas e cenário econômico

Na parte final de seus destaques, a secretária mostrou-se contente com o que vem fazendo nos últimos tempos. Ela disse que sabe que ainda faltam algumas reformas, como a Administrativa e a Tributária, e admitiu que não será possível aprová-las nesse ano.

Ademais, ela disse que os economistas vão errar nos cálculos do crescimento do Brasil, pois o emprego, segundo Marques, vai voltar forte. Para defender sua linha de raciocínio, ela mencionou os dados do Caged, que vieram quase 100 mil novos empregos acima da projeção.

Pedro Guimarães e a “limpeza” na Caixa

Guimarães começou sua participação no jantar falando sobre a “limpeza” que fez quando entrou na Caixa Econômica Federal no início do governo. Ele relembrou que o banco não tinha um presidente, mas sim era comandado por cinco partidos que tinham até 13 vices-presidentes representando eles, e falou que trocou 49 dos 50 diretores. 

Ele ainda citou o caso em que a Polícia Federal achou R$ 50 milhões em espécie dentro do apartamento de um deles.

“O maior banco de crédito do hemisfério sul”

Falando um pouco mais sobre a Caixa Econômica, Guimarães afirmou que ela é “o maior banco de crédito do hemisfério sul” e ressaltou a importância da instituição ser estatal, comparando com o Itaú e o Bradesco, que fecharam 500 agências, enquanto a Caixa abriu 300.

Ao analisar o período da pandemia, o presidente disse que o momento ajudou a digitalizar o banco e diminuir os processos burocráticos. Em tempo, também comentou sobre o auxílio emergencial, que conseguiu entregar o benefício para mais de 60 milhões de brasileiros.

Em 2019, de acordo com Guimarães, eles tiveram R$ 20 bilhões de lucro. Já em 2021, esse valor foi de R$ 17 bilhões. Ele explicou que no ano passado abriu milhares de frentes no banco e lucrou um pouco menos, porém ficou contente pelo mérito da estatal.

“A Caixa foi o banco que mais emprestou microcréditos no Brasil. 3 milhões. Sabe quanto foi que o segundo maior banco emprestou? Zero”, disse Guimarães para destacar a capilaridade e capacidade da Caixa em atingir os brasileiros e, principalmente, os mais necessitados.

O foco deles agora é disponibilizar mais de R$100 bilhões de créditos voltados para o agronegócio.

Open finance e a meritocracia

Na opinião do presidente do banco, o open finance vai conseguir mostrar que a taxa da Caixa é a menor do Brasil entre os bancos e vai sempre conseguir bater a taxa dos outros. Além disso, mencionou também a importância da meritocracia na Caixa. Disse que antes tinha quase 0% de mulheres trabalhando e hoje são 28%. 

Por fim, ele finalizou mostrando que se ano que vem entrar um governo diferente, a Caixa poderá voltar a ser como era antes e todo o trabalho dele poderá ter sido em vão. Pediu também para que os brasileiros valorizem a estatal, pois o trabalho dela é essencial para a sociedade brasileira.

Esta é uma iniciativa Portofino Multi Family Office e EsferaBR com o propósito de fomentar o diálogo entre políticos e empresários brasileiros. A nossa opinião é neutra e não é partidária.